sábado, 19 de agosto de 2017

Mara diz que Batata quer fazer um circo. - # # # - UM EXCELENTE EXEMPLO PARA NOSSOS VIRIADORES. - # # #

# # # - U B S... O Senhor Edson Barbosa prefeito de Baraúna por quatosse dias úteis quase foi crusificado pelo povo por não concluir a obra, "digo os algozes que queriam o dinheiro para conclui a obra iniciada com os vícios da repugnante corrupção, advinda desde 1997 quando Baraúna tomou um rumo ainda mais perverso que o do primeiro governo, fazem oito meses do governo dos novos tempos, "velhos", com todos os vícios da maquiagem e a maquiavélica forma de administrar a uma gente que não sabe se quer os seus direitos? E os que sabem na sua grande maioria faz parte do governo, refiro-me aos daqui, (natos). fico indignado com o silêncio da câmara municipal, que age como se fosse cumplices da administração equivalente a nada, como é público e notorio não faz nada, faz muito tempo que vi um vereador ou melhor nunca vi um só se quer, denunciando o descaso desta prefeita que se quer anda em Baraúna, não a culpo, ela mesma dizia que ia trabalhar pela zona rural de Mossoró certamente está cumprindo com a promessa, dizem os filhos da Candinha, não afirmo, que está a U B S, está como concluida, e se está assim junto ao ministério da saúde deve está recebendo a verba do governo federal? Não afirmo são os falatórios da sociedade que só critica mais não dá um passo em seu próprio favor, uma coisa é certa, o prefeito de fato não tá nem ai, bulufas nenhuma o povo que se dane, em certo ponto ele tem razão segundo denuncias na justiça eleitoral comprou a eleição e o fez sem nenhuma serimunha fez ao vivo a ponto de dá fragrante feito pelo ministério público federal. Parece num deserto mas tem muitas moradias ao lado esquerdo da foto, só que está abandonada, ATENÇÃO SENHORES "VIRIADORES" VAI FICAR ASSIM MESMO SEM VOCÊS TOMAREM NENHUMA PROVIDÊNCIAS. Há Baraúna ingrata despreza a quem quer seu bem e vende sua dignidade por quase nada e que não vai resolver os seus problemas por quatro anos, e ainda por cima dando salto no escuro, amo a verdade, e sou apaixonado por justiça que é a essência do próprio Deus. ATENÇÃO MINISTÉRIO PÚBLICO CREMOS NESTA INSTITUIÇÃO SOCORRA-NOS VEJA A SITUAÇÃO DESTA U B S, QUE HÁ MUITO DEVERIA ESTÁ SERVINDO A NOSSA GENTE.
 # # # - ESTÁ É A SITUAÇÃO DA U B S. NA PARTE OESTE  TENDO COMO SENÁRIO O MATO, CHEGA A SER DESPRESSÍVEL ESTÁ SITUAÇÃO, FEITA NESTE LUGAR PARA BENEFICIAR A QUEM FEZ O LOTEAMENTO. - # # #
Supremo virou sucursal da Casa da Mãe Joana... 
Certas decisões dão ao Supremo Tribunal Federal a aparência de sucursal da Casa da Mãe Joana. A OAB requereu ao Supremo que obrigue o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a analisar um pedido de impeachment feito pela entidade...

# # # - ESSE CARA COMPROU O S T F, AGE COMO SE FOSSE O DONO. - # # #

# # # - Bingo! - # # #


Caso do PSDB é de autópsia, não de autocrítica

O problema das autocríticas é que elas quase sempre chegam tarde. Sob a presidência interina de Tasso Jereissati, o PSDB acaba de levar ao ar, no rádio e na TV, um esboço de contrição. Coisa de dez minutos. A peça não disse dos tucanos 5% do que eles dizem de si mesmos quando atacam uns aos outros na intimidade. Ainda assim, o ninho entrou em parafuso. Cogita-se até abreviar a interinidade de Tasso. Ficou claro que a tentativa de reconhecimento dos erros chegou quando já não adianta. O caso do PSDB não é mais de autoanálise, mas de autópsia.
No pedaço da propaganda partidária que mais eriçou as plumas, o PSDB insinua que um dos seus erros foi o convívio com o “presidencialismo de cooptação”, do tipo replicado sob Michel Temer. Didático, o programa ensinou: “Presidencialismo de cooptação é quando um presidente tem que governar negociando individualmente com políticos ou com partidos que só querem vantagens pessoais e não pensam no país. Uma hora, apoia. Outra, não. E quando apoia, cobra caro”.
Tucanos que participam da equipe ministerial de Temer apressaram-se em esculachar a iniciativa de Tasso Jereissati. Coordenador político do Planalto, Antonio Imbassahy rangeu os dentes numa nota: “Em vez de fortalecer o partido e apresentar contribuições ao país, preferiu-se expor, em rede nacional, uma divisão interna”. O chanceler Aloysio Nunes ralhou na internet: “Não me representa”, disse. É “um tiro no pé.” Foi como se os ministros rejeitassem a carapuça enfiando-a na cabeça.
Sem saber, os críticos de Tasso alvejaram o grão-mestre do PSDB, Fernando Henrique Cardoso. Foi ele quem sugeriu o uso expressão “presidencialismo de cooptação”. Se dependesse de Tasso, iria ao ar a versão edulcorada: “presidencialismo de coalização.” O mais irônico é que a opinião de FHC nem é nova. Ele discorreu sobre o fenômeno numa entrevista que concedeu ao blog em janeiro de 2014. Nessa época, era Dilma Rousseff quem cooptava. Mas FHC reconheceu que ele próprio flertou com o flagelo quando passou pelo Planalto. O PT apenas levou a prática às fronteiras do paroxismo. (Assista abaixo)
O que os críticos da autocrítica não percebem é que, em política, o arrependimento pode ser a última utilidade de um crime. Depois de conviver com o que há de mais arcaico na política e de tolerar a falta de ética de filiados ilustres, o PSDB ainda poderia extrair um gesto louvável de suas próprias delinquências e, mesmo com inacreditável atraso, entregar-se ao prazer da contrição. Os mais cínicos costumam gozar duas vezes —com o pecado e com a expiação. Mas o PSDB é sofisticado demais para entender as coisas simples.
Dividido, o partido conseguiu transformar uma autocrítica numa espécie de tucanocídio. Quando for concluída a autópsia, encontrarão no coração do tucanato o amargor da hipocrisia de exigir a moralidade e a honestidade sem praticá-las. No estômago da legenda, acharão os restos políticos de personagens como Eduardo Azeredo e Aécio Neves, filiados cujas transgressões o PSDB engoliu sem se dar conta do mal que fariam. Nesse contexto, o acasalamento com o governo Temer é a lápide, não a causa mortis.

# # # - A MAROLINHA DO PT ESTÁ QUASE SUMINDO. - # # #


Temer nomeia advogada Adriana Cavalcanti para compor o TRE-RN

Advogada Adriana Cavalcanti Magalhães na tribuna da Assembleia Legislativa durante homenagem em 2016
A advogada Adriana Cavalcanti Magalhães vão compor o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN). Ela assumirá a vaga do colega Herbert Motta, que está concluindo o seu mandato de dois anos.
Primeira da lista tríplice, Adriana Cavalcanti foi nomeada pelo presidente Michel Temer (PMDB). O ato de nomeação está publicado na edição de hoje (18) do Diário Oficial da União.
A lista tríplice tinha o própria Herbert Motta e o advogado Bruno Cavalcanti.
Adriana Cavalcanti é advogada militante há 14 anos, na área de Direito Administrativo, ocupou diversos cargos de assessoramento, inclusive Procuradora-Geral Municipal de Natal. É Conselheira da OAB/RN.

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

MPRN mira Ouro Branco O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recomendou à Secretaria de Saúde de Ouro Branco que promova os encaminhamentos de pacientes do município para outras unidades de saúde em observância ao disciplinado em resoluções do Conselho Federal de Medicina e do Conselho Regional de Medicina e ainda em uma portaria da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). A recomendação foi publicada na edição desta sexta-feira (18) do Diário Oficial do Estado (DOE). Segundo o documento, um ofício do Centro de Apoio Operacional da Saúde do MPRN informa a possível ocorrência de encaminhamentos irregulares de pacientes residentes em Ouro Branco para atendimento no hospital Walfredo Gurgel, localizado em Natal. A recomendação é baseada na resolução do Conselho federal de Medicina que dispõe sobre o transporte de pacientes, no Código de Ética do Conselho Regional de Medicina, e na portaria da Sesap que institui normas de regulação de transferências de pacientes entre instituições de saúde do estado. A Promotoria de Justiça de Jardim do Seridó, responsável pelo município de Ouro Branco, fixou prazo de 15 dias para que a Secretaria Municipal de Saúde apresente as providências adotadas para cumprimento da recomendação. O documento adverte que o não acatamento da recomendação implicará na adoção das providências judiciais cabíveis. Clique aqui e confira a íntegra da recomendação

PF pega com Vaccarezza preso R$ 122 mil em dinheiro

$ $ $ - O delegado Filipe Hille Pace, da Polícia Federal, afirmou nesta sexta-feira, 18, que ‘chamou a atenção a quantidade de dinheiro’ que o ex-deputado Cândido Vaccarezza mantinha guardada em casa.
O ex-parlamentar foi preso em São Paulo na Operação Abate, desdobramento da Lava Jato. Com ele foram apreendidos ao menos R$ 122 mil. - $ $ $

# # # - AQUI EM BARAÚNA ESTÁ TUDO BEM. PORQUE AQUI NÃO FUNCIONA NADA E NADA ACONTECE, O MINISTÉRIO PÚBLICO NÃO É O MESMO. - # # #

Macaíba: MPRN quer transparência

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por intermédio da 2ª Promotoria de Justiça de Macaíba, ajuizou ação civil pública com pedido de liminar para que o Juízo da 1ª Vara Cível da cidade determine que a Câmara de Vereadores implante, alimente e gerencie site oficial e Portal da Transparência na internet, além de Serviço de Informação ao Cidadão (SIC) para possibilitar à população o amplo acesso a informações do Legislativo municipal.
O MPRN requer medida liminar para que a Justiça determine para a Câmara Municipal a elaboração e publicação, no prazo de 45 dias, de resolução que regulamente a Lei de Acesso à Informação (LAI) no âmbito do Legislativo.

# # # FAZER O QUE, CHEGOU A HORA DELES PAGAR O QUE VEM ROUBANDO O BRASIL E O POVO. - # # #

                 

# # # - Ilusionismo! - # # # 



MP de Contas pode atuar fora das cortes de contas, decide STJ A Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que o Ministério Público de Contas tem legitimidade ativa para atuar fora das cortes de contas na defesa de suas prerrogativas institucionais. Durante o julgamento, pela primeira vez na história do STJ, um membro do MP de Contas ocupou a tribuna para fazer sustentação oral. No caso em análise, o Ministério Público de Contas de Goiás havia impetrado mandado de segurança contra ato do presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), dos conselheiros e do auditor substituto que determinou o arquivamento de representação promovida para apurar supostas irregularidades na licitação da nova sede administrativa do tribunal. O Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) considerou que o MP de Contas não teria legitimidade para ajuizar o mandado de segurança contra o TCE, ao qual é vinculado administrativamente. Ordem jurídica No recurso ao STJ, o MP de Contas alegou que, embora sua função principal seja junto ao TCE, isso não o impede de atuar em outras esferas para a defesa da ordem jurídica, na proteção de seus direitos e no resguardo do devido processo legal no âmbito do tribunal de contas. Sustentou que, por ser órgão exclusivo legitimado a agir perante as cortes de contas, é também o único que possui legitimidade para defender judicialmente sua correta atuação. Pediu que fosse reconhecida a sua legitimidade para impetrar o mandado de segurança, além do desarquivamento da representação. Defesa de prerrogativas No STJ, o ministro Herman Benjamin afirmou que o entendimento de que o Ministério Público especial tem atuação restrita ao âmbito do tribunal de contas “não exclui a possibilidade de tal parquet especial atuar fora de tais cortes em defesa de suas prerrogativas institucionais, que é exatamente a hipótese dos autos”. De acordo com o ministro, tanto a doutrina quanto a jurisprudência “pacificamente reconhecem a legitimidade até mesmo para determinados órgãos públicos, entes despersonalizados e agentes políticos dotados de prerrogativas próprias”, na impetração de mandado de segurança em defesa de sua atuação funcional e atribuições institucionais. Por isso, concluiu, “não há razão para excluir a legitimação para o Ministério Público de Contas em tais casos”. Com essas razões, a turma afastou a ilegitimidade ativa do Ministério Público de Contas de Goiás e determinou o prosseguimento do julgamento de mérito do mandado de segurança pelo TJGO. Fonte: STJ

  #  É SALUTAR A VITÓRIA DA JUSTIÇA.  # 

Serra Negra do: carro oficial multado na Bahia

Um veículo da Secretaria Municipal de Saúde de Serra Negra do Norte foi multado no Estado da Bahia. Umamulta no dia 16/06 em Wenceslau Guimarães e outra no dia 17/06 em Milagres.
– O que um carro oficial estava fazendo a mais de 1000 km de distância de Serra Negra do Norte no final de semana?
–  Se só tem contrato com um posto de combustível de Serra Negra do Norte e outro de Natal, como foi feito o abastecimento?
– Quem era o motorista?
São somente umas perguntas.
Confira:


# # # - GRUPO ARAUTOS DO EVANGELHO SEMEANDO A SANTA PALAVRA DE DEUS, ONDE A IGREJA NÃO ALCANSA. - # # #

# # # - O GRUPO ARAUTOS DO EVANGELHO ESTARÁ LOGO MAIS AS 19:00 HORA CELEBRANDO NA RESIDÊNCIA DE DONA TIQUINHA E SEU TITICO NA RUA BEATRIZ FAUSTINO AO LADO DA RESIDÊNCIA DE RAIMUNDÃO, EM FRENTE A ÚLTIMA RUA, A RUA DAVI SERAFIM, CONTAMOS COM SUA PRESENÇA ELA É INDISPENSÁVEL PARA O LOUVOR AO SANTO NOME DE JESUS NOSSO SENHOR.
# # #

# # # - Candidato à cela, Lula interdita Plano B do PT Lula percorrerá nove Estados nordestinos. Visitará 25 cidades em 18 dias. Ele chama a aventura de “caravana”, um eufemismo para campanha eleitoral fora de época —coisa proibida por lei. O ex-mito do PT se apresenta ao eleitorado com uma condenação tatuada na testa: 9 anos e meio de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. Lula é, no momento, mais candidato à cadeia do que à Presidência da República. Mas ele faz pose. Enquanto aguarda pelo julgamento do recurso que seus advogados ajuizaram no Tribunal Regional Federal de Porto Alegre, em Porto Alegre, Lula se comporta como Lula. Usa dinheiro público do fundo partidário para ostentar uma candidatura presidencial que pode virar pó se a segunda instância do Judiciário confirmar a sentença de Sergio Moro. A caravana de Lula é uma iniciativa político-religiosa. Todos sabem, inclusive os petistas, que Lula pode se tornar um ficha-suja. Mas o ingrediente da dúvida não faz parte do credo do PT. O partido se alimenta da certeza de que seu único líder é uma potência moral, que não deve contas senão à sua própria noção de superioridade. Impedido de discutir um Plano B, o PT se arrisca a afundar junto com o personagem que o fundou.

# # # - Mais um na cadeia- # # #

Cândido Vaccarezza foi líder dos governos Lula e Dilma na Câmara dos Deputados
Do G1 - São Paulo
A Operação Abate, uma das novas fases da Lava Jato, levou para cadeia o ex-líder dos governos Lula e Dilma na Câmara dos Deputados Cândido Vaccarezza. Ele foi preso nesta sexta-feira (18), em São Paulo.
A prisão é temporária, válida por cinco dias.
Por volta das 9h, Vaccarezza estava em casa sob custódia da PF. Ele deve seguir para Curitiba ainda hoje.
O Ministério Público Federal (MPF) afirma que Vaccarezza usou a influência decorrente do cargo em favor da contratação da empresa Sargeant Marine pela Petrobras. No total, a empresa obteve 12 contrato entre 2010 e 2013 que somam US$ 180 milhões.
O ex-deputado, segundo o MPF, foi o principal beneficiário de US$ 500 mil em propina que eram destinados ao PT. Também foram beneficiados pelo pagamento de propina o ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa, que se tornou delator da Lava Jato.
O MPF aponta ainda que Vaccarezza pode ter recebido propina e repassado informações confidenciais da Petrobras à empresa Quimbra na comercialização de tolueno (uma substância obtida do petróleo).

Principais pontos das investigações
  • Ações apuram o favorecimento de empresas estrangeiras em contratos com Petrobras.
  • Operação Abate investiga fraudes no fornecimento de asfalto para a Petrobras por uma empresa norte-americana, entre 2010 e 2013.
  • Funcionários da Petrobras, o PT e, principalmente, Cândido Vaccarezza teriam recebido propinas que somam US$ 500 mil no esquema da Abate.
  • Operação Sem Fronteiras investiga o pagamento de propinas para contratação de armadores (transportadores marítimos) da Grécia, entre 2009 e 2013.
  • Ao menos 2% dos contratos com as empresas gregas, que superaram US$ 500 milhões, seriam propina para políticos, funcionários da estatal e operadores financeiros.
  • As investigações surgiram da delação do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa.

Gilmar expede habeas corpus familiar e magistrado da Lava Jato dá de ombros 

# # # - Ministro Gilmar Mendes a vergonha da justiça Brasileira e a fonte da impunidade dono 
S T F. # # # 
O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, concedeu um habeas corpus controverso —mais um! Mandou soltar o empresário Jacob Barata Filho, preso no Rio de Janeiro desde 2 de julho. Gilmar é padrinho de casamento da filha de Barata, Beatriz. A moça trocou alianças em 2013 com Francisco Feitosa Filho, que é sobrinho da mulher de Gilmar, Guiomar Feitosa Mendes.
O habeas corpus “familiar” de Gilmar durou pouco, muito pouco, pouquíssimo. Antes que os carcereiros pudessem virar a chave da cela, o juiz Marcelo Bretas, que cuida da Lava Jato no Rio, expediu novo mandado de prisão contra Barata, mantendo-o atrás das grades. Foi como se o magistrado de primeira instância desse de ombros para o despacho de uma toga Suprema.
Barata Filho opera no ramo do transporte urbano. É acusado de pagar propina a políticos e fraudar contratos com o governo fluminense. Gilmar mandou soltar também outro preso encrencado no mesmo esquema: Lélis Teixeira, ex-presidente da Fetranspor (Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro).
Assim como fizera no caso de Barata, o juiz Bretas soltou nova ordem de prisão contra Lélis, impedindo-o de ganhar o meio-fio. Gilmar impusera uma série de medidas cautelatres aos beneficiários de seus habeas corpus. Entre elas o recolhimento domiciliar noturno, nos finais de semana e feriados. O doutor Bretas não quis saber. Preferiu manter a dupla na chave.
Rezam o bom senso e o Código de Processo Civil que um juiz deve se declarar impedido de atuar em determinado processo sempre que há razões objetivas ou subjetivas capazes de comprometer a imparcialidade do julgamento. Entre as causas de suspeição estão, por exemplo, a amizade ou inimizade com uma das partes.
Procurado, Gilmar Mendes disse que não se considerou suspeito para atuar no caso. O casamento “não durou nem seis meses”, mandou dizer o ministro ao Globo, por meio de sua assessoria. Balzac devia estar pensando em casos assim quando disse que “a gente respeita um homem que se respeita a si mesmo.”

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Alerta Baraúna: Rombo fiscal

Alerta Baraúna: Rombo fiscal: Rombo fiscal

Rombo fiscal


Prefeito de Currais Novos no Ministério Público Essa vem de Currais Novos: Os contratos vultosos, efetuados pela gestão do prefeito petista Odon Jr, notadamente da coleta do lixo e de pessoal continuam a receber criticas de vereadores. A questão deverá ser levada ao Ministério Público.

Nem Lula, nem Cunha na cadeia Lula e Eduardo Cunha vão escapar da cadeia. É o que dizem os procuradores Carlos Fernando dos Santos Lima e Diogo Castor de Mattos, em texto publicado em O Globo. Eles tratam da manobra de Gilmar Mendes e Dias Toffoli para impedir a prisão dos condenados em segundo grau. Leia um trecho: “O que houve para que Gilmar e Toffoli mudassem suas posições? Cremos que nunca saberemos com certeza, mas é lamentável que os julgamentos de decisões importantes do STF sejam tomados pelo casuísmo, sendo modificados conforme o momento político. Uma coisa, contudo, é certa. Se houver mesmo a mudança de entendimento do STF, nenhum réu condenado na Lava-Jato, seja Lula, seja Cunha, seja lá quem for, mesmo confirmada a sentença de Sérgio Moro pelo TRF4 de Porto Alegre, cumprirá pena. A impunidade vai prevalecer”.

Mara Costa: prefeito de Caicó era conhecido como BANDIDO Em declaração agora a uma emissora local, em Caicó, a vereadora Mara Costa disse que o prefeito de Caicó Robson Batata Araújo tinha o apelido de “BANDIDO’ quando atuava como vereador no legislativo municipal.

Mara encurrala o prefeito de Caicó A vereadora Mara Costa acaba de sepultar politicamente e administrativamente a gestão do prefeito de Caicó Robson Batata Araújo. Pelo menos essa é a opinião de muitos analistas políticos locais. Com um discurso equilibrado, Mara conseguiu pontuar tudo o que a gestão batatiana tem mais medo: a instalação de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) que apura irregularidades na utilização de recursos da COSIP na prefeitura de Caicó. Para ela, Batata sabe que com as investigações o seu mandato está ameaçado. Ele pode ser afastado por improbidade administrativa. Além do mais, a gestão batatiana enfrenta um momento de profundo desgaste com escândalos sucessivos como a Operação Blecaute, desvios de recursos da COSIP, Corte no fornecimento de energia para prédios públicos por falta de pagamento e a Operação “curandeirismo” intitulada de Sal Grosso.

Julianne Faria quer distância de política Julianne Faria (PSD) quer distância de alguma pergunta sobre política. A mulher do governador Robinson Faria desconversa. Indagada se é candidata a governadora já chegou a dizer: Nunca! HÓ QUE?


Ex-presidente da Câmara Municipal de Baraúna deve devolver mais de R$ 70 mil ao poder público O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) expediu recomendação para que a Prefeitura de Baraúna e a Procuradoria-Geral do município promovam a execução judicial da condenação de ressarcimento de R$ 72.724,39 ao erário, além de multa de R$ 9.200, expedida pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) ao ex-presidente da Câmara Municipal, Marconi Giovani Rosado de Almeida. O ex-gestor foi condenado pelo TCE pelo atraso nas prestações de contas e no envio do relatório de gestão fiscal do 1º bimestre de 2010. O acórdão referente a esse processo transitou em julgado em outubro de 2016. A recomendação do MPRN reforça que é da Procuradoria do Município de Baraúna a atribuição de buscar o ressarcimento do débito, promovendo a ação cabível. O documento destaca ainda que omissão dolosa dos agentes públicos responsáveis pela representação do Município pode ser enquadrada como ato de improbidade administrativa previsto em lei. Dessa forma, a Prefeitura e a Procuradoria-Geral de Baraúna têm o prazo de 30 dias úteis para promover a execução judicial da condenação do TCE e mais 10 dias para que sejam encaminhadas à Promotoria de Justiça da comarca as informações sobre as medidas adotadas para o cumprimento da recomendação. Em caso de não acatamento da recomendação, o MPRN poderá adotar as medidas legais necessárias a fim de assegurar a sua implementação, inclusive com a possível judicialização da demanda. Confira aqui a recomendação.

Três deputados federais do RN poderão não disputar reeleição O clima político conturbado provocará mudanças até nas candidaturas naturais. A deputada federal Zenaide Maia já anunciou que não disputará a reeleição, mas pretende ser candidata ao Senado. Outros dois deputados federais também poderão abrir mão de disputar o pleito. Circula nos bastidores que Felipe Maia (DEM) e Fábio Faria (PSD) cogitam a possibilidade de desistência.

Cláudio Santos afirma que governo precisa parar de gastar com flores e investir na polícia O desembargador Cláudio Santos foi mais uma das inumeráveis vítimas da violência desenfreada que assola o Rio Grande do Norte sem escolher cor, religião ou classe social. O ex-presidente do Tribunal de Justiça do RN teve um carro modelo Ford Ka branco roubado pelos criminosos nesta segunda-feira (14), enquanto o motorista da família aguardava o seu filho sair de uma escola no bairro Petrópolis, Zona Leste de Natal. No início desta tarde, Cláudio Santos concedeu entrevista ao vivo para o programa Patrulha da Cidade da TV Ponta Negra e fez duríssimas críticas ao Governo do Estado. O desembargador chegou ao ponto de afirmar que vamos ficar igual ao Rio de Janeiro. Ao todo, já são mais de 1.500 pessoas mortas somente este ano no Rio Grande do Norte. Cláudio Santos disse ainda que é possível até que as flores que o governo está comprando não sejam para as vítimas que estão aí sendo sepultadas. “Se as flores que o governo está comprando são pra vítimas eu queria indagar: Quando vai finalmente usar o dinheiro do Estado para dar mais condições de trabalho pra Polícia Civil e para a Polícia Militar? Isso sim, me parece prioridade de governo”, desabafou.

Lula não será doutor Lula não será homenageado com o título de doutor honoris causa na Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB).Comenta-se que acaba de ser acatada a ação popular apresentada pelo vereador Alexandre Aleluia.


“Gilmar Mendes quer acabar com o poder investigatório do MP” O procurador Carlos Fernando, da Lava Jato, no Facebook: “Gilmar Mendes quer acabar com o poder investigatório do Ministério Público. Sem esse poder, a Operação Lava Jato não teria chegado onde chegou. Qual o real objetivo de Gilmar Mendes?” Conservar o Estado de Direito, claro.

Microcefalia! 


Em vez de trocar nome, PMDB deveria considerar hipótese da autodissolução 

O PMDB decidiu que vai voltar a se chamar MDB. O truque é antigo. Foi ensinado pelos portugueses. Chama-se o Cabo das Tormentas de Cabo da Boa Esperança e imagina-se que tudo está resolvido.
“Queremos ganhar as ruas”, disse Romero Jucá, presidente da sigla. Se o objetivo é esse, há uma fórmula infalível: o partido de Michel Temer poderia aprovar em convenção nacional um requerimento de autodissolução, a bem da moralidade pública. As ruas bateriam palmas

Henrique sofre nova denúncia

Ex-ministro Henrique Alves foi preso no dia 6 de junho, em seu apartamento em Natal, na Operação Manus
O Ministério Público Federal (MPF) do Distrito Federal apresentou mais uma denúncia contra o ex-ministro e ex-presidente da Câmara dos Deputados Henrique Eduardo Alves (PMDB). Ele é acusado por peculato no escândalo conhecido como farras das passagens, segundo noticiou o jornalista Murilo Ramos, da revista Época online.
A denúncia é assinada pela procuradora Sara Moreira de Souza Leite  e apresentada à 12ª Vara Federal do Distrito Federal. Procurada, a defesa de Henrique Alves afirmou que ainda não tomou conhecimento da acusação.
Henrique foi acusado de ter comprado 306 bilhetes aéreos nacionais e internacionais para terceiros entre 2007 e 2009, um gasto total de R$ 206 mil para os cofres da Câmara.
Segundo a procuradoria, há indícios de que familiares tenham sido beneficiados, entre eles filhos e uma das ex-mulheres de Henrique Alves. Miami e Buenos Aires foram alguns dos destinos.
Atualmente preso na Academia de Polícia Militar, em Natal, Henrique Alves tem situação bem delicada. Ele foi alcançado pela Operação Manus, realizada no dia 6 de junho, sob acusação de ter recebido propina da construtora OAS, fruto da obra da Arena das Dunas em Natal. O peemedebista, juntamente com o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), também preso, teriam articulado operação financeira junto ao BNDES e, em troca, recebido alguns milhões de reais da obra do estádio da Copa.
Henrique ainda cumpre outro mandado de prisão, determinado pela Justiça do DF, por envolvimento no escândalo na Caixa Econômica Federal (CEF).
A defesa de Henrique Alves afirma que ainda não tomou conhecimento da nova acusação.

Câmara troca superfundo por cheque em branco

Sempre prontos a sofrer na própria pele insuportáveis vantagens, os parlamentares encontraram uma saída honrosa para a desonra que se abateria sobre eles caso insistissem na ideia de borrifar R$ 3,6 bilhões do contribuinte no financiamento das eleições de 2018. Discute daqui, negocia dali, entraram no lugar do superfundo eleitoral as palavras mais belas da língua portuguesa: “Cheque em branco”.
Ficou acertado que o relator Vicente Cândido (PT-SP) passará a borracha no trecho da proposta que destina 0,5% das receitas líquidas da União para a caixa registradora das campanhas. Assim, o superfundo será criado, mas permanecerá vazio até que a Comissão de Orçamento do Congresso defina a cifra que irá recheá-lo. Amanhã, quando a opinião pública não estiver olhando, nada impede que a esperteza se junte ao cinismo para elevar ainda mais o valor do Bolsa Eleição.
Finalmente, uma boa notícia: não houve nas últimas horas nenhum aumento na taxa de desfaçatez dos congressistas que negociam a suposta reforma política. Continua nos mesmos 100%. A votação foi adiada para a semana que vem. Falta chegar a um acordo quanto a outros pontos da proposta.

Ataque terrorista deixa mortos e feridos nas ruas de Barcelona

Van atropela pedestres no centro de Barcelona e pessoas correm nas ruas
A Polícia regional da Catalunha confirmou que o atropelamento desta quinta-feira (17) na cidade de Barcelona é um atentado terrorista, com pelo menos dois mortos e 20 feridos. As informações são da agência de notícias EFE.
A Polícia procura duas pessoas como supostos autores do que já está sendo considerado um ataque terrorista e acredita-se que um deles se refugiou em um bar com uma arma, enquanto o outro conseguiu fugir, segundo as primeiras hipóteses das forças de segurança.
Além disso, um segundo veículo poderia estar envolvido na ocorrência.
Aparentemente, a van usada no atropelamento saiu da estação de metrô de Las Ramblas, circulou pela pista central desta avenida e bateu contra vários veículos no percurso, parando praticamente na entrada do Liceu (ópera de Barcelona).
As forças de segurança isolaram a região, enquanto as equipes de emergência realizam operação de assistência às vítimas.
O Governo regional da Catalunha recomendou à população que evite sair para vias públicas na região da Praça da Catalunha, onde começa a  Las Ramblas, por causa deste "grave incidente".
As autoridades catalãs também pediram o fechamento das estações do metrô e de trens nesta praça, em pleno centro da capital catalã.
Nos arredores da avenida e da praça da Catalunha as pessoas viveram cenas de pânico, com muitos correndo assustados e se refugiando em lojas após o incidente.
A área do ataque é um dos pontos de maior circulação da cidade, especialmente por turistas, e centro de ligação de vários meios de transporte público. Nela se encontram também diversos shoppings.
O atropelamento aconteceu perto da fonte de Canaletas, onde os torcedores do Barcelona costumam se reunir para comemorar os títulos da equipe.
Perto também fica o histórico mercado de Boquería, que também está fechado.
Fonte: Agência Brasil

Herman Benjamin diz recear volta do financiamento empresarial: ‘É vício!’

Defensor obstinado do financiamento público das eleições, o ministro Herman Benjamin, corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, disse ao blog que receia a volta das contribuições empresariais de campanha. Ele enxerga um “movimento” pela ressurreição das doações privadas. É um vício, diz o ministro, comparando o dinheiro das empresas a um entorpecente que leva os usuários à dependência.
Benjamin conheceu de perto o submundo da política ao exercer a função de relator do processo sobre a cassação da chapa Dilma Rousseff—Michel Temer. Ele perscrutou provas colecionadas pela Operação Lava Jato e interrogou delatores. Hoje, declara que a simples cogitação de retomada do modelo empresarial de financiamento de campanha o apavora.
O ministro suspeita que a defesa do dinheiro privado seja motivada não por razões eleitorais, mas pela perda do biombo que encobre a corrupção política. Na sua opinião, o financiamento público elimina a justificativa para as “sobras de campanha”, eufemismo para enriquecimento ilícito, muito invocado por políticos corruptos pilhados ostentando padrão de vida incompatível com a renda.
Espero que o próprio setor empresarial reaja, disse Benjamin ao blog. Senão por outra razão, pelo menos para que os empresários se libertem dos alegados achaques praticados sob o pretexto de obter contribuição eleitoral.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Prefeito de Serra Negra poderá ser afastado por improbidade O primeiro prefeito do Seridó que poderá ser afastado do cargo por IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA: Serginho Fernandes de Serra Negra do Norte. Será que tem outro no Seridó? De onde? É somente uma pergunta.

Quem será o próximo? Tem mais prefeito no Seridó na mira do Ministério Público que poderá ter os bens bloqueados ou até ser afastado do cargo por improbidade administrativa. O de Serra Negra do Nordeste, Serginho Fernandes, já teve os bens bloqueados hoje pelo MP, bem como auxiliares. Quem será o próximo? Pode dar purê nesse angú. É somente uma pergunta.

O mínimo ficará ainda mais mínimo A revisão das projeções econômicas para 2018 levou o governo a reduzir o salário mínimo para o próximo ano. O valor de R$ 979 que consta na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) descerá para R$ 969 durante a elaboração do Orçamento. A redução ocorreu por causa da queda na projeção de inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para 2017. No fim de julho, o governo tinha revisado a estimativa para a inflação oficial de 4,3% para 3,7%. Não é só isso. A vida do brasileiro vai sofrer mais arrocho. Pagar a conta da corrupção dos que habitam o mundo político.

Robinson evita inauguração, mas protestos são intensos em Mossoró

Manifestantes se cobriram com lençois brancos como se fossem fantasmas em alusão ao escândalo que envolve o governador do RN
O governador Robinson Faria (PSD) evitou a inauguração do posto avançado da Central do Cidadão em Mossoró. Não havia clima, nem ambiente, após a Operação Anteros da Polícia Federal, que subiu a calçada da residência oficial e o deixou em situação de delicada.
Correligionários em Mossoró também aconselharam o governador ficam em Natal, diante das informações que os servidores públicos iriam fazer protestos que poderiam sair da rota natural.
De fato, Robinson se livrou da situação.
Coube a primeira-dama Julianne Faria, titular da Secretaria do Trabalho, Habitação e Assistência Social (SETHAS), desembarcar na cidade para inaugurar a obra, evento encerrado no final da manhã desta quarta-feira (16).
Os protestos foram intensos dos servidores públicos estaduais. Eles cobraram atualização do pagamento salarial e o cumprimento de acordos firmados pelo próprio governo.
De quebra, o movimento fez alusão ao escândalo dos funcionários fantasmas que envolve o governador – alvo da operação da Polícia Federal.
Manifestantes se cobriram com lençóis brancos, alusão aos fantasmas, e exibiram faixas condenando a corrupção da política e na gestão pública.
A nova unidade da Central do Cidadão está bem instalado no segundo piso do shopping popular, localizad na Avenida Alberto Maranhão, centro da cidade.

Caicó, Serra Negra e Jucurutu: foi um erro, comentam

Já não se contam mais os comentários de quem em suas cidades foi um ERRO escolher:
– Robson Batata Araújo – Prefeito de Caicó
– Serginho Fernandes – Prefeito de Serra Negra do Norte
E
– O ex-Liso – Waldir Lopes – Prefeito de Jucurutu.
Em Baraúna a prefeita Lucia Nascimento que pelo visto não sabe ainda que foi eleita? seu esposo ex prefeito Aldivon dá o tom da musica e vai tocando saudosamente a mesma musica dos seus governo em Baraúna, 
Consideram que nenhum têm bagagem administrativa para gerir os municípios para os quais foram eleitos.

Bancada federal potiguar será recebida por Temer nesta quinta-feira

Bancada federal do Rio Grande do Norte foi recebida em audiência pelo ministro Vital do Rêgo, do Tribunal de Contas da União
Solicitar a permanência da Força Nacional no Rio Grande do Norte e pedir a presença de Tropas Federais no estado para garantir a segurança da população potiguar.
É esse o objetivo do encontro da bancada federal potiguar com o presidente Michel Temer (PMDB). A reunião, solicitada pelo coordenador da bancada, deputado Felipe Maia, ocorrerá nesta quinta-feira (17), às 15 horas, no Palácio do Planalto.
A bancada federal, antes da agenda da segurança pública, procurou desatar o nó da obra de duplicação da Reta Tabajara, que está paralisada há três meses, devido a problemas identificados pelo Tribunal de Contas da União (TCU).
Em audiência com o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Vital do Rêgo Filho, integrantes da bancada juntamente com os representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Valter Casimiro Silveira (Diretor Geral), Antônio Willy Vale Saldanha Filho (Superintendente Regional Substituto do DNIT-RN) e Walter Fernandes de Miranda Júnior (engenheiro do DNIT-RN) cobraram um posicionamento por parte do TCU sobre a liberação das obras. (VEJA AQUI)

Protestos contra Lula no RN Os protestos contra João Dória hoje em Natal são ‘fichinhas’ para os que aguardam Lula em Mossoró e Currais Novos.


# # # - Eles foram ensinados ou já nasceram sabendo? Expliquem-me uma coisa! Esses prefeitos novatos foram ‘ ensinados’ ou já ‘nasceram’ sabendo de tudo? É somente uma pergunta. - # # #

Padre Sátiro qualifica, com voto, a disputa eleitoral na Aduern

Padre Sátiro Cavalcanti, ex-reitor e professor aposentado da Aduern, fez questão de exercer o direito de votar
O dia de eleição da nova diretoria da Associação dos Docentes da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (ADUERN), teve um momento especial no final da manhã desta quarta-feira (16). O padre Sátiro Cavalcanti Dantas se apresentou para votar aos 88 anos de idade, surpreendente a todos e emocionando aos que conhecem a sua história de luta pela consolidação da instituição pública de ensino superior.
Ex-reitor e professor aposentado, Sátiro enrique o processo de escolha dos novos dirigentes da entidade, com o seu voto qualificado. Mais do que isso, enaltece a importância da Aduern no processo democrático da instituição.
O processo eleitoral segue até às 21h com urnas no campus central em Mossoró e nas unidades avançadas em todo o estado.
Disputam a presidência a professora Rivânia Moura, da Faculdade de Serviço Social, que tem o apoio da atual diretoria, e o professor Denys Tavares, da Faculdade de Direito.
O eleito vai presidir a Aduern no biênio 2017/2019. E terá como maior missão o fortalecimento da luta pela autonomia financeira da Uern.

Eleitor terá de fazer Justiça com o próprio dedo

Num instante em que o Congresso vota um remendo eleitoral batizado de reforma política, o eleitor brasileiro precisa se ligar. Ou continuará sendo feito de bobo. Congressistas enlameados buscam a autoproteção com financiamento público. Seja qual for o modelo adotrado, a crise exige uma atitude do eleitor. Um gesto individual e consciente. A corrupção e a desfaçatez já não permitem que o eleitor se mantenha exilado no conforto de sua omissão política. A conjuntura intima o brasileiro a retornar à história do país, moralizando-a.
Presidentes, governadores, senadores e deputados não surgem por geração espontânea. Eles nascem do voto. E não é mais admissível que pilantras notórios continuem se reelegendo eternamente. O primeiro passo é abandonar o lero-lero de que os políticos ''são todos iguais''. Não são. Isso é coisa de quem não quer pensar.
Depois que a política virou um outro ramo do crime organizado, ficou mas difícil de distinguir bandidos de mocinhos. Mas não é impossível. Na era da internet, as informações estão aí, à disposição de todos. Se o Congresso não se emenda, se o TSE não cassa ninguém e se o STF retarda os julgamentos cabe ao eleitor assumir o seu papel de protagonista do espetáculo de 2018. A verdadeira reforma política está na urna. Prepare-se desde já para fazer Justiça com o próprio dedo.

# # # COM A MUDANÇA DA LEI ELEITORAL, VAMOS MUDAR A FORMA DE VOTAR? NA MINHA OPINIÃO É O CAMINHO. - # # #

Rombo! 


# # # - Há tempo, estes politicos casuistas e profissional já deveria está todos na cadeia eles são os responsáveis por tuda está ruína do país. eles continuando não haverá mudança a não ser de estratégia para continuar fazendo o povo sangrar enquanto eles aumentam impostos, fora está raça ruim de políticos profissionais especialmente os caciques a velha guarda do P S D B, DO P M D B, O MALDITO PT, O DEMONIACO DEM, O RESTO SERVE DE MULA PARA CARREGAR AS FRALDES E AS CULPAS. - # # #

Centrão quer ex-soldado de Cunha na coordenação política da Presidência 

Insatisfeitos com tudo o que Michel Temer vem lhes proporcionando em matéria de cargos e verbas, os partidos do chamado centrão elevaram o nível da extorsão política. Julgam-se sub-recompensados pelos votos que cederam para enterrar na Câmara a denúncia contra o presidente por corrupção. Exigem agora a poltrona do ministro tucano Antonio Imbassahy, coordenador político do Planalto.
O centrão quer acomodar no lugar de Imbassahy o deputado Andre Moura (PSC-SE), atual líder do governo no Congresso. O personagem tem uma biografia dura de roer. Ex-oficial da infantaria parlamentar de Eduardo Cunha, hoje preso em Curitiba, Moura é chamado pelo senador Renan Calheiros (PMDB-AL) de “homicida” —uma alusão ao fato de que, entre os processos que correm contra Moura no Supremo Tribunal Federal, há um inquérito por tentativa de homicídio.
Ex-prefeito do município sergipano de Pirambu, André Moura foi sucedido por um aliado chamado Juarez Batista dos Santos. Os dois se desentenderam. Tornaram-se inimigos políticos. A casa de Juarez foi atacada por quatro homens encapuzados. Houve troca de tiros. Um vigia que montava guarda na casa foi ferido. E Juarez acusou Moura de ser o mandante da agressão. O deputado nega.
O candidato do centrão à vaga de ministro palaciano é réu em três ações penais no Supremo. Numa delas, a Procuradoria diz que Moura, depois de deixar o cargo de prefeito de Pirambu (SE), continuou usufruindo do cofre prefeitura, que bancava desde a compra de alimentos para sua casa até as contas de telefone. Moura atribui as acusações às desavenças políticas que teve com o sucessor Juarez.
André Moura é investigado também em dois inquéritos relacionados à Lava Jato. Acusam-no de atuar em parceria com Eduardo Cunha para achacar empresas a partir de iniciativas adotadas na Câmara. Temer resiste à ideia de expurgar Imbassahy de sua equipe. O centrão sugere que o presidente desloque o auxiliar para outra pasta.
Líder do PSDB na época em que Eduardo Cunha (PMDB-PE) foi cassado e Rodrigo Maia (DEN-RJ) foi escolhido para substitui-lo, Antonio Imbassahy alardeou que deflagraria na Câmara uma articulação para acabar com o centrão. “Não basta eleger um novo presidente e cassar Eduardo Cunha”, disse ele na ocasião. “É preciso aproveitar esse momento para desconfigurar o centrão, derrubando os muros que separam esse grupo do resto da Câmara.” Ressuscitado por Temer, o centrão dá o troco.
Deve-se a Eduardo Cunha a criação do centrão. Na origem, a prioridade do grupo era sequestrar a pauta legislativa do então governo Dilma Rousseff. O centrão chegou a reunir 12 legendas: PP, PR, PSD, PTB, PROS, PSC, SD, PRB, PEN, PTN, PHS e PSL. Juntas, somavam 225 votos. Imbassahy se referia ao grupo com termos ácidos:
“O centrão é visto como uma bactéria dentro da Câmara. Mas há gente de valor nesses partidos. São deputados que podem ser atraídos para uma agenda de interesse do país. Nossa obrigação é tentar requalificar as relações na Câmara, derrubando muros, buscando convergências.”
Agora, é o grupo enxerga Imbassahy como um vírus a ser combatido. O grupo agarra-se ao fato de metade da bancada tucana ter votado a favor da continuidade do processo contra Temer. “Ficou demonstrado que o Imbassahy não coordena nem o partido dele”, diz um dos líderes do centrão. A nova investida chega num instante em que o Planalto perde musculatura no Congresso.

terça-feira, 15 de agosto de 2017

## ## ## - AGORA É A HORA DA CÂMARA MANIFESTAR-SE EM FAVOR DO POVO PARA QUE ELES SEJAM INFORMADOS DA REALIDADE DA OBRA? QUEM GANHOU A LICITAÇÃO, QUAL A EMPRESA RESPONSÁVEL, ACREDITO QUE NÃO SERÁ DIFÍCIL ENCONTRAR UMA SOLUÇÃO, É NECESSÁRIO QUE TENHAMOS ESTAS INFORMAÇÕES É LEI, E NINGUÉM ESTÁ ACIMA DA LEI? ACHO QUE NÃO? MAIS AQUI É BARAÚNA, TENHO MINHAS DÚVIDAS. - ## ## ##

 # # # - Um dia está pirâmide que representa uma obra que nunca passou dai, e não se sabe para onde foi o dinheiro, o que se sabe é isto ai, um escombro a margem da RN 15 que agora naturalmente vai desaparecer a a manobra de duplicação da rua principal da cidade de Baraúna que tem quatro nomes, dois não tem justificativa, tem Francisco Aquino, (Chico do retiro), e Aurino Barbosa que serviram a Baraúna, e os outros dois nunca colocaram os pés aqui, é uma questão de justiça. # # # 
 # # # - os marqueteiros de midia da prefeitura colocaram uma maquete da duplicação da estrada e rua com varios nomes, e se repete a mesma sessão cinematrografica dos filmes épicos do ex e atual prefeito de fato do nosso município com direitos políticos cassado mais com poder de decisão, a obra parece até o barro usado nesta atual com a primeira do posto de Saudosa memória Denilson até o encontro com o calçamento da rua Expedito Alves ex prefeito de angicos assassinado por querer desapropriar um terreno de uma viúva./ a torre de babel que não chegou a ser concluida foi segundo a defesa dos prefeitos de fato e de direito na gesta do ex prefeito Aldivon nascimento foi impedida por está muito próximo da rede de alta tenção da cosern, e pelo visto a rede está a margem da RN o que poderá ser também impedida de ser duplicada será necessário afastar os postes que ficam no meio da duplicação da rua de quatro nomes. - # # # 
# # # A propaganda falsa tem pernas curtas, logo vem a verdade e a mentira cai por terra para dar lugar a verdade, este poste está muito próximo da pista e vai causar danos a obra ou melhor impedir sua continuação, a maquete mais parece a Avenida chans Elizer em París na frança, hó coisa sem futuro é mentir, a obra faraônica já parou? será que vai ser como a pirâmide, torre de Babel, ATENÇÃO SENHORES VEREADORES É COM VOCÊS, a obra não tem placa, empresa ganhadora da licitação nem responsável pela obra, afinal de contas quem está fazendo o trabalho? quanto é o valor da obra. Arre tá tudo como era dantes? a câmara do passado tinha Divanise e Flavio não era surda e muda, estive de novo no ministério público acompanhando a denuncia dos postes no meio da rua Adauto bezerra Filho, infelizmente ainda está parado mais espero a atenção do ministério público isso é imperativo para os moradores, Baraúna é um município rico em icms contribui e muito com o salário dos magistrados do RN precisa ser atendida por uma questão de justiça. - # # #

Governador Robinson Faria é alvo de operação da Polícia Federal

Polícia Federal em frente do edifício onde mora o governador Robinson Faria, em Natal
O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), é alvo de uma operação da Polícia Federal deflagrada nesta terça-feira (15) que investiga a prática dos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça por parte dele e de servidores do governo potiguar.
Segundo a PF, a investigação mira "manobras ilegais" para impedir investigações sobre desvio de recursos públicos por meio da inclusão de funcionários fantasmas na folha de pagamento da Assembleia Legislativa do estado desde 2006.
A operação, batizada de Anteros, visa a cumprir 11 mandados judiciais, expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça, dos quais 2 de prisão e 9 de busca e apreensão. A PF não informou quais são os alvos de cada um. Agentes foram ao edifício onde mora o governador logo no início da manhã.
A determinação para o início das investigações é do ministro Raul Araújo Filho, da Corte Especial do STJ. O caso está sob sigilo, segundo a PF.
Fonte: G1 - RN

'Operação Anteros': Robinson deve se pronunciar até o final da manhã

Governador Robinson Faria ainda não se pronunciou sobre a Operação Anteros
A defesa do governador Robinson Faria (PSD) deve se pronunciar ainda esta manhã (15) sobre a OPERAÇÃO ANTEROS, em que o chefe do Executivo do Rio Grande do Norte é alvo.
A operação foi deflagradas nas primeiras horas de hoje, com a Polícia Federal cumprindo mandado de busca e apreensão no apartamento do governador, em Areia Preta, Natal.
Robinson é investigado por suposta participação no esquema de “funcionários fantasmas” na Assembleia Legislativa do Estado, quando ele era presidente da Casa, e que estaria funcionando até hoje.
A Operação Anteros foi autorizado pelo ministro Raul Araújo Filho, da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília.